segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

A Chegada

A Saga de Augusto e suas mudanças...


O Tão esperado dia de mudar chegou. Augusto de tão empolgado mal dormira. Estava ansioso para chegarem logo a Belo Horizonte. Logo que todas as coisas foram colocadas na transportadora de mudanças, juntamente com seus pais entrou no carro e partiram para BH. A viagem seria longa, mas ele estava animado e falante. Naquela noite dormiriam em um hotel, pois mesmo que o caminhão chegasse junto com eles, seria tarde da noite e não daria tempo de ao menos organizar um lugar para dormir, mas tudo isso para Augusto estava sendo maravilhoso.
No dia seguinte, acordaram todos mais tarde, era certamente resultado do cansaço da viagem e também da organização das coisas para mudarem. Depois do café da manhã seguiram para o Apartamento onde iam morar. Era bem próximo ao Centro da Cidade, no Floresta, e esse nome para Augusto era lindo, ele imaginava que seria um lugar, bem mais verde ou no mínimo cercado por uma floresta, mas nada disso. O interessante é que era um bairro bonito, bem situado na Cidade e perto de tudo que ele já havia pesquisado.
Depois que chagaram no apartamento Augusto e sua mãe começaram já a limpar alguma coisa e seu pai saíra para comprar algum produto de limpesa, ao retornar, ele disse para Augusto para descer e esperar embaixo à beira da rua que o caminhão de mudanças não demoraria a chegar. Era um sábado de inverno, o dia não estava assim tão frio, o sol brilhava timidamente. O bairro todo parecia adormecido, o silêncio reinava nas ruas. Será que não mora ninguém por aqui? Augusto pensou. Nem mesmo no prédio onde chegaram, nenhum sinal de gente. Ali embaixo esperando, sentou-se à beira da calçada, a rua estava completamente deserta. Mas em instantes um barulho o despertou, alguém descia a rua em sua direção em um skate. A rua tinha um leve declínio. Augusto observou atentamente a passagem do rapaz que fez um sinal de ok e sorriu. Augusto retribuiu o sinal e o sorriso. Mas sentiu algo inesplicável por dentro, uma sensação que há muito não sentia. Aquele sorriso ficara registrado em sua mente. E nesse instante o caminhão chegou. Augustou indicou a direção do apartamento deles aos carregadores e subiu logo, mas sua mente estava fixa naquele sorriso e começara a se auto-perguntar: estaria ele indo em direção à sua casa ou deveria fazer o caminho de volta? Quem seria? Moraria ali perto? De vez enquando Augusto se aproximava da janela para ver a rua. Sua intenção era apenas tentar ver novamente o rapaz. Sua ansiedade era grande. Passado pouco mais de uma hora descera para pegar algo e eis que o rapaz vem subindo em sua direção com o skate nas mãos. Augusto sorri discretamente e o rapaz o pergunta: está mudando pra cá? Legal! Vamos ser vizinhos moro logo ali em cima. E você manja de skate? Ao que Augusto respondera negativamente. E ele disse: é fácil, posso te ensinar se quiser. Augusto apenas sorriu e disse pode ser. Estava começando ali uma grande amizade. Era mesmo uma bela recepção. Augusto se apresentou e perguntou o nome de seu novo amigo que lhe estendeu a mão e disse: Marlos, prazer! Depois de mais algumas frases e compromisso de se encontrarem de novo para conversarem Augusto subiu feliz novamente e seus primeiros dias seriam mesmo imprevísiveis como sua própria vida...
Abraço e boa semana a todos.
Arthur Alter

12 comentários:

  1. Ohhh
    fiquei feliz por vc que a fila andou...hehehe

    abraço mlk

    ResponderExcluir
  2. interessante e a expectativa aumenta ... rs

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. Own. às vezes temos as mudanças. mas quando as enfrentamos descobrimos quão boa elas são!

    Novas amizades. novos lugares. tudo novo! Own Augusto é um cara de sorteee!

    Abraços e uma excelente semana ^^

    ResponderExcluir
  4. Realmente moço, o bairro Floresta é bem simpático e fica próximo do centro. A recepção não poderia ter sido melhor, para quem está chegando é super importante ficar conhecendo alguém logo , assim não se sente tão deslocado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Adorei.. confesso que imaginei que tava rolando um certo interesse emoçional na história, mas o jeito é esperar pra ver...
    Parabéns e um beijao amigo... ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi Arthur, tudo bem?
    Menino, a história tá ficando boa heim? Tô louco pra ler a continuação, rsrs
    Ô Arthur, brigado, que bom q gostou, estava me preparando psicologicamente para as críticas do povo, mas até agora foram positivas, me dá um alívio imenso, rsrs.
    Eu é q sou sortudo por ter conhecido ele.
    Bjo querido
    :)

    ResponderExcluir
  7. Mudar... é sempre muito difícil no começo...
    mas nada que novas experiências não valham a pena..

    Siga em frente sempre !!!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Teté,
    Legal. Ai vem fortes emcoções neh?
    Tudo bom querido e não se preocupe se vc não conseguir fazer a postagem coletiva. Eu sei.
    Bju com carinho e como anda o coração?

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Td bem?

    Acompanhando a saga de Augusto... :P
    Mudanças boas são mto boas!!! :P

    Abraço,

    Eros

    ResponderExcluir
  10. É meu amigo esta muito interessante a história, a curiosidade aumenta kkk.
    Mistériooo, e adoro mistério kkk.

    Beijo no coração.
    Na espera da continuação kk :D

    ResponderExcluir
  11. Tudo é questao de mudanças ..
    E uma hora eles se encaixam ...

    O misterio está no ar...
    Vamos esperar p ver ...

    UmBeijao!!!!

    ResponderExcluir