domingo, 29 de novembro de 2009

Quem Sou Eu?

Eu sou um cara humano por natureza, filósofo por graduação e paixão. Educador por opção. Dedicado à arte de ler e reler a vida tentando se humanizar todo dia um pouquinho. Vivemos em tempos de barbárie em pleno século XXI, eu penso assim. Matamos por pouca coisa. Nos corrompemos por banalidades e futilidades. Não, na verdade não somos todos assim. Eu acredito naqueles que nadam contra a correnteza porque acreditam no valor da vida. São raros, mas existem.

Em outras palavras sou...
um cara simples, inteligente é verdade. Um cara que sabe ser quem é, sem chamar a atenção. Não faço propaganda daquilo que sei ou sou. Se me perguntar eu respondo, do contrário fico calado. Não sou invasivo e não gosto que invadam minha privacidade. Sou apaixonado pela vida. Gosto de música, romântica de preferência e pop internacional. Mas sei escutar outras músicas também. Gosto de ler. Gosto ir ao cinema mas vou pouco por falta de companhia. Gosto de viajar e isso faço sempre que posso. Sou sincero, amigo e carinhoso, sou atencioso e cuidadoso com aqueles que me cativam. Não insisto pra conquistar a pessoa que me chama atenção, principalmente se a pessoa me disser que não tá afim.
Sou bem meticuloso. Gosto de tudo a seu tempo e hora. Tenho minhas defesas e manias, não me revelo fácil. Minhas verdades, não são absolutas, minhas crenças não são definitivas. Não estou pronto, sou um sendo, pra quê ser definitivo sobre aquilo que está incompleto?
Sou solidário, gosto de ajudar os que precisam. Tenho um senso de humor aguçado, acho graça de coisas simples. Não me irrito facilmente, se irritar não vale a pena. Acredito nas pessoas com facilidade, sei que isso não é bom, é péssimo. Mas até que eu não veja com meus próprios olhos que não vale a pena, eu prefiro acreditar.
Amo minha família. Tenho poucos amigos, e isso me faz mal. As vezes me sinto só, sem ninguém para partilhar minhas alegrias, angustias ou medos.
Passo a maior do tempo em casa, (quando não estou trabalhando). Adoro meu quarto, é meu cantinho de segurança.
Sou ingênuo a minha maneira. Mas não me ponha à prova, você pode não gostar de minha astúcia.
No campo afetivo-emocional por exemplo, não consigo perceber quando alguém está afim de mim. Talvez seja por isso que fico sempre sozinho. Olhares são sempre traiçoeiros e o coração engana.
O melhor que dou de mim para as pessoas é minha autenticidade e sinceridade. Percebo logo quando alguém é desprovido dessas qualidades e logo me distâncio.
Embora eu seja amoroso, romântico crônico, não abro mão da razão, é ela que não me deixa sofrer mais do que posso e devo. É minha defesa contra mim mesmo.
Não julgo ninguém pela aparência. Isso é feio. Não discrimino ninguém, não falo mal de ninguém e não curto a companhia de quem faz isso ou de quem se acha superior. Sou um cara que tem sonhos e metas. Por isso acho díficil me relacionar com pessoas que não têm sonhos e nem perspectivas, esse tipo de pessoa vive ao sabor do vento, e viver assim, só é bom em duas fases da vida. Ou na adolescência ou na maturidade. Como fui assim na adolescência, hoje adulto, estou esperando a maturidade pra voltar a fazer tudo que for possível, sem tempo e regras. Hoje sou prisioneiro dos dois (tempo e regras). Meus hábitos são simples, gosto da simplicidade das coisas. Não prometo o impossível e me esquivo de prometer até o que é possível. Não sou santo, nem pecador. Sou humano, homem. Essas duas essências, pureza e impureza me tornam completo. Não gosto da perfeição, mas gosto do que beira a essa possibilidade. Não sei voar, não gosto de correr, mas sei andar. Contemplo o sol no nascente ou no poente e depois disso consigo falar mais de mim. Quando contemplo a lua imagino que alguém especial poderia fazer parte de minha vida. Mas ainda caminho sozinho. Acredito que eu possa ser mais, mas ainda não chegou a hora e sei que vou morrer incompleto e isso não me assusta nem um pouquinho. Quer saber o que mais? Nem eu sei agora.
Ainda estou aprendendo. Depois te falo.
Sobre o amanhã? Não sei... que venha o que vier... Tô aqui pra aprender e há muitas páginas em branco no livro de minha vida a serem escritas e eu já aprendi a escrever. Aguarde!
É isso por hoje.
Arthur Alter

24 comentários:

  1. é bom conhecer as pessoas que sempre comentam no meu blog =)
    Não se sinta só. Sempre haverá alguém por perto de você.

    e uma pergunta
    vc é mineiro neh
    de que cidade?

    abraço

    ResponderExcluir
  2. Oiii Thurzão!
    Poh migão, agora depois de tudo isso, nem tenho palavras pra falar. A não ser dizer que você é O KARA!!!!

    Tih desejo uma linda semana. Vc merece o melhor
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Nossa que texto *_______*
    muito bom saber mais sobre vc =D
    Beijão =*

    ResponderExcluir
  4. Gosto quando discordam de mim, me faz sentir que há muito mais opiniões além da minha, muito mais além do que eu posso ver.
    Quero viver o inverso da minha insensatez, para ao menos uma vez na vida ser sensato.
    Vejo que é hora de buscar respostas equilibradas, e achar pessoas reais. Minha insensatez ainda acredita que o Papai Noel possa me trazer algo de bom. O que não vai acontecer. Nunca.
    Passei muito tempo dando crédito a quem não merecia e procurei o amor dentro de muitas pessoas. Não consigo desistir disso e não vou. Olhei para frente, lados, costas, pra cima ou pra baixo...
    Mas esqueci o mais importante, olhar pra dentro de mim e saber “o que de verdade eu quero?”
    Hoje eu sei o que eu quero. Há respostas que nem em todos os seres humanos você vai encontrar, só em si mesmo.

    Não olhe a lua e fique a imaginar que alguém especial poderia estar ali com você, busque. Não espere que ela lhe traga um amor quando começar o crepúsculo. Amigos?! Não se incomode em ter poucos, mas que os poucos que você tem, consiga confiar.
    Tenho certeza que em sua inteligência e ingenuidade astuciosa vá conseguir tudo que quer e almeja. Realmente tudo tem seu tempo e sua hora. A vida é um eterno aprendizado e nunca conseguiremos ser completos, e a perfeição apenas uma meta inatingível.

    Ps. Acabei retribuindo o comentário no meu blog, praticamente com o mesmo tamanho de um texto. Mil desculpas. Gostei bastante do que você disse lá, e não se sinta sem liberdade de dizer o que pensa, não sou ditador de verdades, de vez enquanto as minhas verdades são inventadas e gosto de saber o que se passa em outros mundos. Gosto que me questionem e que me digam o que sente, mas nem sempre compro o que me vendem.
    Vou tentar olhar para todos os lados, além de olhar pra mim mesmo. Mas acredite, não estou atrás de beleza, o que eu quero está alem da imagem.

    Abraços Arthur, e novamente, desculpa o texto.

    ResponderExcluir
  5. Oi Arthur. Cara, que post perfeito. Não conseguiria jamais me descrever com tamanha minúcia. Achei demais! Acho até que voltarei depois para ler novamente.
    Parece ser uma pessoa muito interessante. Despertou a minha curiosidade. Gostei mesmo.
    Nesta parte, partilhamos do mesmo pensamento: "Quando contemplo a lua imagino que alguém especial poderia fazer parte de minha vida. Mas ainda caminho sozinho." Também espero por essa pessoa...
    Ah, você escreve maravilhosamente bem, num português perfeito. Manias de outro educador. Gostaria de conversar mais com você, via MSN. Se tiver interesse, me add. Gosto de estreitar os laços com meus leitores e com os autores dos blogs que admiro. MSN: j.mendes85@hotmail.com
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oi Arthur, tudo bem com vc?
    Adorei o texto, mostrar um pouco de vc, da pessoa que vc é. Eu em partes sou igual a vc, eu sou romântico, sincero, ingênuo, acredito demais nas pessoas, eu procuro ver o melhor delas. Não julgo-as, pois ao fazer isso, estou dando liberdade para que façam o mesmo comigo.
    Nos meus textos eu sempre procuro colocar um pouco de mim, da pessoa que sou, eu gosto de deixar claro para as pessoas. Não sou perfeito, tenho meus defeitos, mas minhas qualidades superam os defeitos.
    Se cuida
    Bjo
    :)

    ResponderExcluir
  7. Nossa, adorei o post... Particularmente não sei se saberia me descrever assim, sempre quando começo sou direto e acabo deixando de falar muitos de meus defeitos e muitas de minhas qualidades. De uma coisa eu sei... " Você pode me ver do jeito que quiser, não vou fazer esforço pra te contrariar, de tantas mil maneiras que eu posso ser, estou certo que uma delas vai te agradar." Adoro essa musica e acho que sou assim... mas como disse, nem eu sei ao certo então prefiro, em alguns casos é claro, que meus amigos me descrevam. Mas parabéns pelo post. gostei mesmo !

    ResponderExcluir
  8. Oi moço, foi bom saber um pouco mais de você. O que li gostei. Temos algumas coisas bem parecidas. Não dou conta de conviver com pessoas prepotentes, no mais procuro aceitá-las como são, pois todos nós temos defeitos e qualidades.
    Bjux

    ResponderExcluir
  9. Hunn bela definição!

    Faltou a foto, o endereço pra gente poder mandar as cartinhas.. zuera!

    Gostei :p

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, que exposição mais clara e nítida que vc fez da sua pessoa. Adorei... Somos exatamente iguais quando:

    Sou ingênuo a minha maneira. Mas não me ponha à prova, você pode não gostar de minha astúcia.

    Acredito nas pessoas com facilidade, sei que isso não é bom, é péssimo. Mas até que eu não veja com meus próprios olhos que não vale a pena, eu prefiro acreditar.

    Não julgo ninguém pela aparência. Isso é feio. Não discrimino ninguém, não falo mal de ninguém e não curto a companhia de quem faz isso ou de quem se acha superior.

    e pra finalizar....

    Eu acredito naqueles que nadam contra a correnteza porque acreditam no valor da vida. São raros, mas existem.

    Sou um desses que nada contra a correnteza, mas já me amparei em tantas pedras pensando que fosse mãos pra me socorrer...já fui jogado ao fundo, já boiei e hoje, a muito custo, aprendo a nadar...

    Um grande abraçoo..perfeito como sempre.
    Dand.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Arthur,
    Bonito a forma como vc se deixou revelar pra nós aqui. Você vale ouro rapaz! You're one of a kind, as we say in english right? Esteja sempre bem ok? Estou sempre torcendo por vc. Já arrumou as malas?
    Bju meu, Jay
    Teté,
    É bonito ser assim transparente como vc foi. super bom ler seu post e saber que vc tem um auto-conhecimento sincero e positivo a seu próprio respeito. Isso sim é personalidade.
    Bju. Vamos te ver em Floripa ein! Esteja bem. [Alê]

    ResponderExcluir
  14. Adorei saber quem eh vc
    rsrs
    é tão bom conhecer as pessoas!
    adorei o modo como falou,escreveu,enfim.
    Bjoo amigoo!

    ResponderExcluir
  15. Olá meu querido amigo:D
    Bom eu já havia lido seu texto antes, mas eu esperei uma reflexão pessoal para comentá-lo.
    Somos muito parecidos, em varios aspectos que você citou em seu magnifico texto.
    É bom e, bom algo inexplicavel, perceber que há pessoas tão parecidas conosco.
    Embora antes de ler tal texto, eu já pudera sentir semelhanças e afinidade com você, depois do texto ,isto tornou-se mais evidente e comprovou a pré -tese, um pouco maluco e confuso ,mas faz parte kk.
    Excelente texto de uma excelente pessoa.

    Bom e sou eu cantando sim, apesar de estar de molho ,não sei até quando kkk.

    Você também tem um fã ;)

    Abração meu caro, tudo de bom e não deixe de aparecer sempre que puder. :D

    ResponderExcluir
  16. Ter poucos amigos não é tão mau assim, desde que eles estejam lá!... Ou cá, dependendo das circunstâncias. Desde que, para eles, a amizade não se resuma a uma sucessão de letras!...

    Um quarto, por outro lado, até pode transformar-se num portal para o silêncio. Ou para o infinito!...

    ResponderExcluir
  17. Olha acredito que deve ser uma das tarefas mais difíceis se conhecer tão bem (pelo menos sem terapia...rs). Às vezes acho que me conheço tão bem e tem momentos que acho que ainda estou naquele eterno processo de me construir. Bacana mesmo é ter a consciência que podemos ser melhores não é mesmo? Òtima semana querido e espero sua visita ao meu espaço www.lua2gatos.blogspot.com. Seu blog é maravilhosoooo.Bjão.

    ResponderExcluir
  18. Ô meu amigo, imagina não precisa se desculpar , é bom poder ouvir e falar os desabafos da vida, e pode contar comigo sempre que precisar.
    Bom , somos 2 quanto a se sentir um pouco só e triste, meio deprê e ainda junta todos os afazeres e correrias da vida,mas apesar disso temos que ter calma e fé que logo esses sentimentos pesados e não muito bons vão passar.
    Cuide-se meu querido amigo.
    Bjo no coração e não esqueça que não esta sozinho pode contar com esse amigo que vos fala :D

    ResponderExcluir
  19. aahh q legal
    boa viagem pra vc então e bom mestrado
    escreve sobre floripa aqui pq eu tenho mta vontade de conhecer lah
    e tenta ir no Beto Carreiro, deve ser mto loko

    abrazz

    ResponderExcluir
  20. Oi Arthur, sabe que eu e o Jay somos amigos e que conversamos muito, né?!

    Pois bem, não vim para falar da minha amizade com ele, só mesmo para esclarecer um mal entendido que possa ter acontecido no meu comentario acima.
    Bom, o Jay acha que fui ríspido com você. Queria lhe dizer que não foi minha intenção e espero realmente que não tenha ficado chateado.

    Foi apenas um comentario com minha opinião, e como cada pessoa tem um ponto de interpretação diferente do outro, acho que assim como o Jay, você pode ter me achado grosseiro, mas não quis ser.
    Quando um texto tem o cunho pessoal, sempre me esqueço que há coisas que não devemos falar, por isso peço que desculpe, por favor, qualquer mal entendido.

    É isso...

    Ps. o Jay me passou seu msn, te adicionei, tudo bem?

    Abraço

    ResponderExcluir
  21. Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar bom dia
    bjss

    aguardo sua visita :)

    ResponderExcluir
  22. é...
    pelo que li te descrevo em uma palavra:
    interessante

    ResponderExcluir
  23. arthur, adorei ler isso aqui. pode ser besteira minha, mas depois de saber mais de você fico grato quando me chama de amigo pelos comentários. me identifiquei bastante. pela parte de ficar em casa, pelos amigos, pelo cinema, por não saber dos olhares, por acreditar com facilidade. é fácil passar e deixar um comentário dizendo que achou tudo ótimo, excelente, e que se identifica. mas espero mesmo que você acredite que é verdade. rs. pra falar a verdade acho ue vou dar uma outra lida depois de clicar em "postar comentário".
    [ps. ahh.. e uma das opções qndo prestei pela primeira vez vestibular foi filosofia. acho que ainda não falei neh. rsrsrs]
    grande abraço

    ResponderExcluir
  24. é muito bom conhecer uma pessoa linda como vc ... transparente e sensível ... amando te desnudar através de seus escritos ...

    bjux

    ;-)

    ps: hoje rolou uma entrevista q concedi a um amigo blogueiro - YAG - querendo saber um pouco de mim dá uma passada lá ...

    ResponderExcluir